O Incrível Hulk #DesafioMARVEL


Mais um post do #DesafioMARVEL, se você está por fora, é um desafio que me propus a assistir a todos os filmes do universo cinematográfico da Marvel na ordem cronológica até a estreia de Capitão América: Guerra Civil, se você quiser entender um pouco mais ou ler as reviews dos filmes já assistidos, clique aqui!

Sinopse

Vivendo escondido e longe de Betty Ross (Liv Tyler), a mulher que ama, o cientista Bruce Banner (Edward Norton) busca um meio de retirar a radiação gama que está em seu sangue. Ao mesmo tempo ele precisa fugir da perseguição do general Ross (William Hurt), seu grande inimigo, e da máquina militar que tenta capturá-lo, na intenção de explorar o poder que faz com que Banner se transforme no Hulk.

Hulk é um herói de peso – sem trocadilhos – tanto nos quadrinhos, desenhos, filmes, é importantíssimo para a história e um ícone, afinal quem nunca ouviu falar do gigante verde? Apesar disso, eu nunca havia visto o filme solo, e achei bem estranho quando vi Edward Norton, tanto nas cenas como Bruce Banner quanto nas cenas como Hulk, lógico que os efeitos especiais evoluíram bastante de 2008 pra cá, e depende muito do diretor e orçamento dos filmes, mas ainda assim, a atuação do ator é importante, pois quem vemos como Bruce influencia muito como o vemos após a transformação.

Bom, no filme, temos a história de Bruce criada para esse universo da Marvel, onde temos um breve vislumbre de como tudo aconteceu e de como o cientista viveu até voltar a tentar ter sua vida de volta, e como ele tenta encontrar a cura para a radiação que o transforma em Hulk. Vemos a sua relação com Betty Ross interpretada por Liv Tyler antes e depois da transformação e aí percebemos o quanto ele tentar correr e fugir do seu destino e tenta ao máximo não se transformar e os motivos que o levam a querer melhorar.

O general Ross tenta capturar o Hulk e eleva o filme a outro nível quando começa os experimentos que culminam com a transformação de Emil Blonsky (Tim Roth) no ser denominado Abominável que vira o principal antagonista do filme, e que é importante para a decisão de Bruce em se tornar um herói. Posso dizer que foi engraçado ver Tim Roth, o Dr. Cal Lightman de Lie to Me fazendo parte do time dos antagonistas, ele simplesmente rouba a cena e tem a melhor das atuações dentro do filme.

hulk
Sobre o filme em geral achei bem interessante e importante essa introdução ao personagem que tem uma importância gigantesca não apenas no cinema mas na história dos  super heróis como um todo, porém acho válido dizer que a mudança para o ator Mark Ruffalo em Os Vingadores me agradou bastante, ele trás um Bruce e um Hulk diferente e mais profundo o que deixa o personagem ainda melhor. Vale ressaltar que a cena pós créditos é muito boa e faz a ponte para os próximos filmes, com o aparecimento de Tony Stark.

Nota: 3,5/5

O que você acha de O Incrível Hulk e da mudança dos atores? Qual prefere? Para acompanhar e ficar sempre por dentro das novidades, segue lá no Instagram e para ver as resenhas dos filmes anteriores do desafio clique aqui. Quem aí também está ansioso pros próximos filmes?

bjs

Um comentário sobre “O Incrível Hulk #DesafioMARVEL

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s