Resenha: Um Oceano no Fim do Caminho


Hoje venho trazer a resenha do primeiro livro que leio de Neil Gaiman, um livro fantasioso, sombrio que nos leva a entender como fatos da infância podem nos marcar e ajudar a construir nosso futuro.

O Oceano no Fim do CaminhoSinopse

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Nós conhecemos o protagonista da história – cujo nome não é citado no decorrer do livro, fato que não influencia em nada – logo de início, quando volta a sua cidade natal para um enterro e decide visitar a fazenda que fica no final da estrada, a moradia das mulheres Hempstock, onde passou parte de sua infância e conheceu o Oceano. A partir desse ponto, ele começa a narrar suas memórias de um passado distante, quando ele tinha 7 anos de idade e era uma criança tímida que amava ler e explorar.

Com uma crise financeira, seus pai tiveram de alugar o seu quarto para outros moradores, e quando um deles, o minerador de opala, se suicida em frente da fazenda Hempstock, é quando as três gerações de Hempstock entram em cena e a mais nova, Lettie, uma garota sardenta de 11 anos, vira sua amiga. Esse suicídio muda tudo, pois um ser de outra dimensão acaba influenciando na terra e aí a vida de nenhum deles é mais a mesma.

A história é lúdica, contada por lembranças de mais de 30 anos atrás, vista pelos olhos de um menino que amava fantasia e usava seus livros como refúgio, por isso não temos a certeza do que pode ou não ser real. Talvez as memórias como ele se lembra, com monstros e campos de gatos, sejam apenas formas que a sua cabeça infantil encontrou para cobrir ou tentar explicar os acontecimentos reais pelos quais ele e sua família passavam, como traição no casamento, perca de um animal e uma certa rejeição por parte dos pais. Ou talvez, realmente tudo fosse verdade, e exista um outro mundo, outra dimensão, e que um lago nos fundos de uma fazenda possa vir a ser um oceano. Um oceano que cabe dentro de um balde.

Devo admitir que quando li a sinopse eu esperava algo bem diferente, talvez por não ter outro livro do Gaiman antes, mas esperava um livro bem mais obscuro e não fantasioso como ele realmente é, então se você que ler, tenha isso em mente para não se decepcionar. Logo de início, quando percebi essa forma de conduzir a história desanimei e parei de ler por algum tempo, mas após algumas páginas e capítulos fui me apegando aos personagens e entendendo o ponto da história e acabei gostando bastante.

Achei incrível a forma com que o autor consegue pegar assuntos adultos, pesados e complexos e dar um tom mais leve, como se realmente estivéssemos presenciando a situação por meio de lentes infantis, que não compreendem toda a realidade da mesma forma que nós.

Nota: 7,5/10

O livro tem as páginas amareladas, e sua capa é bonita e se liga à história, ela também é resistente, apesar de não ser capa dura. E você, já leu esse ou outros livros do Gaiman ou tem vontade? O que achou? Conta pra mim, e não esquece de seguir lá no Insta pra sempre ficar por dentro das novidades!

bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s