Animais Fantásticos e Onde Habitam


Cinema cheio e aquele misto de ansiedade e medo. Acredito que eram sentimentos que todo fã de Harry Potter que leu os livros, acompanhou a série e esperava pelo dia que teria novamente um gostinho desse mundo que nos fez mergulhar em outra dimensão e aprender, amar, rir e chorar com os personagens escritos por J. K. Rowling. Então não pude esperar muito e fui logo na pré-estreia de Animais Fantásticos e Onde Habitam, filme dirigido por David Yates com roteiro assinado por ninguém menos que J. K. Rowling que se passa no universo bruxo que tanto amo.

Sinopse

O excêntrico magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) chega à cidade de Nova York levando com muito zelo sua preciosa maleta, um objeto mágico onde ele carrega fantásticos animais do mundo da magia que coletou durante as suas viagens. Em meio a comunidade bruxa norte-america, que teme muito mais a exposição aos trouxas do que os ingleses, Newt precisará usar todas suas habilidades e conhecimentos para capturar uma variedade de criaturas que acabam fugindo.

Quando se trata de Harry Potter e afins eu não sei ser imparcial, vai além das minhas capacidades, tira meu chão e acaba sendo algo do tipo 8 ou 80, amor ou ódio e posso dizer que Animais Fantásticos e Onde Habitam conquistou todo o amor desse mundo!

Admito que no início do filme eu fiquei meio perdida, afinal era a primeira vez que ia para uma pré-estreia de um filme do universo de JK Rowling e não sabia basicamente nada do que ia acontecer, afinal, essa sinopse oficial deixa mais perguntas do que respostas sobre o filme e eu que achava que ia ser algo superficial acabei me surpreendendo muito.

O personagem principal Newt Scamander (Eddie Redmayne), não me convenceu logo de cara, e achei o início um pouco cansativo, mas foi só pegar o ritmo, e o Newt mostrar sua personalidade cativante e verdadeira para que tudo fluísse de um modo especial e mágico. Ele é um magizoologista que além de estudá-las, irradia seu amor e dedicação pelas criaturas mágicas.

Pra quem não sabe ou não se lembra, Animais Fantásticos e Onde Habitam é um livro didático de Hogwarts citado em Harry Potter, cujo autor é o Newt. No filme ele diz que estuda as criaturas e que está escrevendo um livro sobre elas… Ou seja, a história dessa nova saga, se passa antes de Harry Potter então, mesmo que você nunca tenha visto Harry Potter você consegue assistir normalmente. Ah, e é legal falar que o livro “escrito” pelo Newt existe de verdade e está a venda, ele costuma ser bem baratinho e é um dos extras da saga original, como o Quadribol Através dos Séculos e Os Contos de Beedle, o Bardo.

Além de Newt, os outros personagens principais são Porpentina Goldstein (Katherine Waterston), ex-auror e funcionária do Congresso Mágico dos Estados Unidos da América (MACUSA), sua irmã Queenie Goldstein (Alison Sudol) que tem a habilidade da legilimência, ou seja consegue ler mentes e nos proporciona vários momentos engraçados e fofinhos no filme e o “Não-Maj” que seria o Trouxa para os americanos, ou seja, um não bruxo, Jacob Kowalski (Dan Fogler), talvez o personagem mais querido do filme e que entra na vida de Newt para mudá-la completamente.

Os quatro personagens formam um grupo diferente, mas que funciona muito bem, indo atrás das criaturas que fugiram da maleta do Newt, e também, salvando o mundo. Essa parte de “salvar o mundo” era algo que eu realmente não esperava. Como disse anteriormente, pelo que a sinopse trazia eu não sabia que o filme teria a profundidade que teve, e no final, eu acho que 5 filmes realmente será muito pouco para contar toda a história que teremos pela frente.

Não vou falar sobre o enredo em si do filme para não dar spoilers, mas o que posso dizer é que o filme se passa no momento pós primeira guerra mundial, onde tanto a comunidade bruxa, quanto a não mágica estão sobre alerta e pressão constante. O MACUSA tem regras muito mais rígidas sobre o relacionamento entre bruxos e trouxas, diferentemente do Ministério da Magia britânico. Então todo esse contexto nos dá a profundidade e o plano de fundo que será essencial para o enredo dos próximos filmes, e é claro, mostra a mensagem sobre amor, empatia, solidariedade e afeto que a JK sempre passou com Harry Potter, que essa é a maior força mágica existente.

Johnny Depp? Sim, ele estava lá, mas não vou entrar nesse quesito, vamos aguardar a continuação. O filme tem efeitos especiais incríveis, os animais representados são maravilhosos. Foi uma grande produção que vale a pena para os Trouxas (não fãs de Harry Potter, haha) e que para os fãs é maravilhoso, uma volta a um lugar muito querido, ainda que com acompanhantes diferentes.

Nota: 100/10

E aí, você já assitiu? O que achou? Conta pra mim, vamos abraçar juntos esse filme lindo *-*. Como eu disse antes, eu não sou imparcial, então… haha Siga nosso insta para ficar por dentro das novidades e papear por lá também!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s