Tirando a Primeira Habilitação #1

011ff6508b023cca38340619a2b88224

Você já fez 18 anos e seu grande sonho é tirar carteira de motorista? Eu tenho 22 e estou tirando agora! É uma experiência que pode ser diferente pra mim do que para pessoas de outros estados e até dentro da minha própria cidade, as autoescolas tem alguns comportamentos distintos, mas é uma experiência legal para passar para quem ainda não tirou carteira e pretende tirar um dia.

Bom, vou contar como foi até agora, lembrando novamente, que algumas coisas podem ser diferentes no seu estado e cidade!

Primeiro, você deve escolher a categoria da sua habilitação, como é a primeira, você pode escolher entre três tipos: somente para pilotar veículos automotores de 2 ou 3 rodas, com ou sem carro lateral, ou seja: motocicletas, motonetas, ciclomotores e triciclos. A categoria B, onde o condutor é habilitado a conduzir veículos automotores com peso de até 3.500 Kg e 8 lugares, ou seja, basicamente carros comuns de 5 lugares até kombis. Ou ainda você pode sair habilitado na A e B, o que permite dirigir qualquer veículo das duas categorias.

A partir das próximas, ou seja C, D e E você precisa já ter habilitação na categoria B por um determinado tempo. Ainda existe uma Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), que não é considerada uma categoria, e permite conduzir ciclomotores de até 50 cilindradas. Você pode conferir essas categorias no site do Detran com maiores detalhes, clicando aqui.

Então, decidido a categoria de habilitação, você deve escolher uma autoescola, essa escolha é muito importante, pois elas tem diferentes preços e reputações, então, é legal você pegar o telefone de várias, ligar e fazer orçamentos para ver o que cabe no seu bolso. Os preços não costumam variar muito, mas variam, por exemplo, tem uma autoescola aqui na minha cidade que para tirar carteira B eles estavam cobrando à vista R$1.750,00 e em 6x o valor subia para R$1.950,00 e outra, também carteira B à vista R$1.950,00, então são coisas que você deve ficar atento e realmente pesquisar.

Depois que você fez os orçamentos, é importantíssimo fazer uma pesquisa pela reputação da escola, pois assim como qualquer outro serviço prestado por uma empresa, existem grandes diferenças entre elas. Os instrutores, carros e horários de aula de cada autoescola variam, então é bom você conversar com amigos e parentes e mesmo procurar pela escola na internet, para ver as recomendações do lugar, além de saber se aquela autoescola é a ideal para encaixar nos seus horários. E claro, inclusive na mesma autoescola dependendo do período de tempo e instrutor que você pegar, pode ter diferentes experiências de outras pessoas.

Depois de tudo isso, chega o dia de você dar entrada na autoescola e a partir daí você tem 1 ano para finalizar seu processo, ou seja, passar pelos exames médicos e psicológicos, pelas aulas e provas teóricas e práticas. Dependendo da categoria que você pretende tirar são quantidades diferentes de horas/aula obrigatórias, então se informe antes de dar entrada e se programe para conseguir tirar a carteira no prazo. É importante também, ter um dinheiro extra guardado, pois cada etapa que você reprova e tem que refazer você precisa pagar.

Esse é o primeiro de uma série de posts contando a minha experiência tirando a primeira habilitação, se você tiver alguma dúvida deixe nos comentários que tentarei responder, ou procure no site no Detran ou do Denatran ou ainda o Ciretran da sua cidade para esclarecer todas as suas dúvidas. Se você tiver sugestões para os próximos posts deixe aqui nos comentários que com certeza tentarei trazer para vocês! Não se esqueça de seguir o blog no Instagram para sempre ficar por dentro das novidades!

bjs

Anúncios

Vamos nos organizar?

Oi pessoal, tudo bem?

Bom, carnaval está quase acabando e pra muita gente as férias também, as minhas já acabaram faz tempo :(, e aí você vai deixar de lado o netflix, as suas séries e voltar a ter compromissos mais regulares, novos horários de aula e vamos combinar que no começo isso tudo é muito difícil de se acostumar. Admito que pra mim até pegar em uma caneta e escrever fica difícil na volta às aulas, hehe, parece que tenho que aprender de novo como se pega em uma caneta :P

Bom, eu uso de algumas ferramentas que me ajudam nessa organização, na faculdade eu além de ir para as aulas fazia estágio, estava na empresa júnior e tinha muitas atividades pra fazer, por isso precisei pegar pesado em me organizar pra não esquecer nada e ter tempo de tudo, inclusive de sair, porque ninguém é de ferro né?

1. Caderninho

Eu tenho um caderninho pequenininho que carrego pra todo lugar, nele anoto coisinhas rápidas para não esquecer, e tenho alguns post its na capa para anotar compromissos que fico sabendo durante o dia e que podem acabar se perdendo se eu só anotar no meio de outras coisinhas. Eu também uso cores diferentes de grifa texto para diferenciar os assuntos que eu anoto.

2. Agenda

Eu tenho uma agenda que deixo casa, aberta em cima da minha escrivaninha, pois aí consigo ter uma visão geral dos compromissos de cada dia logo que acordo. Todo dia quando chego em casa pego meu caderninho, olho minhas anotações e os post its para ver se tem algo novo para anotar na agenda e assim o faço. Gosto de deixar em casa pois se ficar carregando na bolsa, o risco de perder ou não olhar sempre é grande. Além disso, desde o começo do ano venho fazendo uma coisa nova na agenda que é sempre anotar no final da página coisas boas que aconteceram aquele dia, mas isso é coisa pra outro post, hehe.

3. Calendário no Excel

Bom, eu além de visualização diária, gosto de manter uma visão ampla dos principais compromissos do mês, e pra isso tenho um calendário mensal no Excel, onde posso olhar todos os dias do mês de uma só vez.

Se você quiser ver ou baixar o meu calendário 2016 do Excel, clique aqui (basta clicar na flechinha, como nesta imagem, qualquer dúvida deixe um comentário).

Gostaram das dicas? Como vocês fazem para se organizar? Gostam de planilhas do Excel para se organizar melhor? Posso trazer algumas outras, como de gastos mensais, deixem nos comentários se vocês tem interesse.

Beijos, Amanda.

Faculdade, e agora?

Bom gente, todos sabem que eu estou no primeiro ano de faculdade, né? Eu queria deixar esse primeiro mês de aulas passar pra começar a falar sobre o assunto e até ter um pouco mais de base pra dizer.

Primeiro, sabe tudo o que você aprendeu até hoje? Alguns professores vão te dizer que isso não vai valer de nada daqui pra frente. E o que você vai fazer? Ligar pra sua mãe reclamar com o diretor? Gente, faculdade não é igual ensino médio.

Pra começar, não vá vestida igual as meninas do LookBook como algumas blogueiras falam. Gente, faculdade não é circo nem desfile de moda. Todo mundo vai com roupa normal, salvo algumas exceções de alguns cursos.

Dificilmente você vai achar uma faculdade que chegue com uma apostila ou livros certos para usar durante o ano. E muito dinheiro vai ser gasto em xerox, isso é fato. Não se assuste, haha.

Faculdade não é só festa e bebedeira. Se você tem essa ideia na cabeça, esqueça. Você provavelmente vai ver alguns festeiros de anos anteriores na sua sala cumprindo as famosas DP’s, você não quer ser um ano que vem, né? Então, estudo antes da diversão, não esqueça disso.

Bom gente, só queria dar uma desmistificada no que é o ensino superior. Na sua faculdade não é assim? Deixe aí nos comentários, é bom conhecer vocês.

Beijos, Amanda.

Morando em outra cidade; A escolha do lugar.

Bom, gente, lembram desse post aqui que eu expliquei que não estava vindo muito aqui no blog por causa da faculdade e da mudança? Então, eu sei que muita gente vai morar em outras cidades para fazer faculdade, ensino médio ou até mesmo cursinho.

Sinceramente, eu não acreditava muito que eu fosse, pois sou uma pessoa bem caseira e queria passar aqui na universidade da minha cidade… Mas, nossos planos nem sempre dão certo. Eu passei em Biomedicina numa cidade que fica a 5 horas da minha (se um dia vocês quiserem saber mais sobre um Biomédico, me falem!).

Então, no começo foi muito difícil, decidir se eu ia ou não. Conversei com meus pais, familiares, namorado e quem me ajudou muito também foram meus professores, afinal ninguém melhor que eles pra conhecer os cursos.

Bom, a primeira pergunta, foi: Onde morar? A cidade é grande, tem várias universidades, consequentemente vários lugares para ficar, as opções para escolher: República, Pensionato ou Apartamento. Vou falar um pouco sobre elas para vocês verem o que é melhor no seu caso.

O que é: Um lugar onde moram estudantes, sendo que eles mesmos administram a casa. Ou seja, limpeza, gastos, contas, tudo quem “comanda” são os próprios adolescentes.

Prós: Você tem uma liberdade muito grande. Festas e bebidas a hora que quiser, afinal não tem a supervisão de um “adulto”.

Contras: Sabe a liberdade que eu falei? Tem gente que abusa. Você tem uma prova super difícil amanha e hoje os outros resolvem fazer festa e bagunça e você sozinho não pode fazer nada a respeito. Sem contar, que, como eu disse, são os estudantes que administram, ou seja, as áreas comuns da casa vocês vão tem que limpar ou se não a casa vira um chiqueiro. Sem contar que você não tem muita privacidade.

Vai tentar? Estabeleça regras com os outros moradores. Alguns vão cumprir, outros não, mas você tem que se respeitar e pedir respeito também. Sempre se lembre que junto com a liberdade, vem uma responsabilidade muito grande.

O que é: Parecido com a República, só que tem um “adulto responsável”. É como uma casa de família que abriga estudantes e pensionistas. Eu estou morando em um pensionato e gosto bastante. Onde eu moro tem 17 meninas, a dona do pensionato e seu marido.

Prós: Você está numa casa onde tem uma certa organização, onde tem regras para manter a boa convivência. Alguns pensionatos oferecem refeições e até lavagem de roupa. Sem contar que você não tem que se preocupar com a limpeza da área comum da casa. E se você ficar doente, vai ter um adulto pra cuidar de você e até levar no médico.

Contras: Você perde um pouco a liberdade. Tipo, se seus pais quiserem te visitar, eles vão ter que ficar em um hotel. E também, nos femininos eles não deixam entrar namorado nem amigos. E se você quiser ir para fazer festa, nem pense em ficar em um pensionato.

Vai tentar? Então procure um que você veja que é confortável e que você realmente se sinta em casa. E lembre-se, existem regras e elas servem para ser seguidas!

O que é: Um lugar onde dois, ou três estudantes moram cuidando e dividindo as despesas.

Prós: É pouca gente junto. Ou seja, é mais fácil se conhecer e fazer regras. Se sua mãe, seu namorado quiser te visitar, eles tem onde ficar. Além de que você provavelmente vai estar entre amigos. E festinhas pequenas podem ser feitas.

Contras: Novamente, você estará sozinho e vai ter que tomar conta de tudo, desde limpeza a finanças.

Vai tentar? Eu acho legal sim. Mas como no meu caso que eu fui sem conhecer ninguém, não tem como escolher qualquer um pra se morar junto, né. Portanto se for o primeiro ano, eu acho que o apartamento é melhor quando você já tem gente conhecida pra morar com você, se não tem é melhor procurar alguma referência da pessoa antes de se mudar.

É isso gente, falei um pouco de cada para vocês conhecerem e escolherem o que se encaixa mais no que você procura, lembre de procurar algum lugar perto da onde você vai estudar, isso facilita muito a sua vida. Qualquer dúvida, deixe nos comentários ou me mandem no contato, eu estou aqui para ajudar vocês!

Beijos, Amanda.

PS: As fotos foram retiradas de alguns sites, sendo as duas primeiras casas utilizadas nas filmagens de American Pie e a última (do apartamento) é de minha autoria.